Páginas

1 de fevereiro de 2011

Poema II

Eu vou
sem sentimentos,
sem ilusões,
preparado para o que vier
e não vier.
Preparado para o que pode acontecer
e o que não pode acontecer.
Sou habitante de um lugar estranho,
conhecido por poucos e por muitos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário