Páginas

19 de outubro de 2011

não sei

eu me pergunto
ser
ser ou não ser?
foda-se a questão.


critica existencial...
existencialista,
não individualista
nem egoísta
bobagens da existência
ser
do ser.


eu que não sou pronome
Torquato foi pronome
pessoal e intransferível
ele foi
ser
o ser que embala essas letras
e a existência.


eu não
não quero
ser
ser aqueles idiotas
profetas do apocalipse
eu sou.


existo?
escrevo?
ser
ser mais um
nesse mundo que não tem jeito


paralelo
esse é
ser
o meu ser, a minha vida
ser nada me configura.


desconfigurava
meu corpo, minha mente,
ser
a letra feia e errada
eu não sou.



ser
ser
ser



ser quem?



teresina.pi.19.10.2011.

Nenhum comentário:

Postar um comentário